12 de novembro

GDF - Administrações Regionais
27/05/19 às 17h33 - Atualizado em 28/05/19 às 9h59

Varjão recebe mutirão de hidratação para moradores com suspeita de dengue

O Governo do Distrito Federal lançou no sábado (25), uma força-tarefa para tratar pacientes com suspeita de dengue nas próximas por três semanas. O Varjão está entre os seis centros específicos de atendimento para agir de forma emergencial no principal fator de atenção imediata à doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti: a hidratação.

No Varjão, a ação é da Secretaria de Saúde com o apoio da Administração Regional e funcionará de segunda a segunda, das 7h às 19h. Os casos com sintomas da dengue estão sendo encaminhados diretamente para o estacionamento interno da própria Unidade Básica de Saúde (UBS), do Varjão. O Corpo de Bombeiros disponibilizou uma ambulância para transportar pacientes mais graves.

“Estamos todos juntos no combate à dengue. É uma ação efetiva e conjunta do GDF para diminuir os casos e tratar dessa doença que chega no período das chuvas no Distrito Federal. A USB do Varjão está com toda a estrutura necessária para acolher a nossa população”, declarou Nair Queiroz, administradora Regional do Varjão. “A tendência é agora os casos irem diminuindo, pois em breve entraremos no período de seca, pois os mosquitos precisam de água parada para procriarem”, completou a administradora.

“Funciona da seguinte forma, o paciente chega com sintomas clássicos da dengue e já podem ir direto para o Polo de Hidratação do UBS do Varjão. Aqui nós temos o teste rápido, onde a pessoa descobre na hora se tem a doença. Fazemos a coleta de sangue (hemograma), também no local, para verificar as plaquetas e o resultado fica pronto em duas horas”, explica Aline Helou Cupertino, gerente de Serviços de Atenção Primária da Unidade Básica do Varjão

Para o trabalho, são necessários sais de reidratação oral para o paciente levar para casa, soro fisiológico, insumos para aplicar o soro e medicamentos. De acordo com Ricardo Ramos, subsecretário de Atenção Integral à Saúde, a hidratação é o principal tratamento inicial para a dengue, porque “no início da doença a principal repercussão é hemodinâmica”. Ele explica ainda que para evitar a doença, tem que ter manejo ambiental, evitar água empoçada e focos de mosquito para que não prolifere. Se há suspeita, já pode começar a tratar em casa, mantendo a hidratação, e ir a uma UBS, que é porta de entrada para atendimento.

 *Com informações da Secretaria de Saúde do Distrito Federal

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros