13 de maio

GDF - Administrações Regionais
9/05/19 às 17h59 - Atualizado em 9/05/19 às 18h14

Alunos do Varjão terão aulas de francês

COMPARTILHAR

O governador Ibaneis Rocha assinou ontem (8), o memorando de entendimento para a implantação da primeira escola intercultural bilíngue da rede pública da capital. De acordo com a Secretaria de Educação do Distrito Federal, o projeto começará pelo Centro Educacional Lago Norte (CEDLAN), colégio de ensino médio em tempo integral. Ali, onde mais de 90% dos alunos são do Varjão, Itapoã e Paranoá, o francês fará parte do currículo regular. Isso integra a Bandeira Excelência para Todos, do Educa DF, plano estratégico para a educação na capital. A previsão é que o processo seja concluído gradativamente ao longo de três anos.

“É uma alegria assinar esse acordo, ainda mais em um momento em que a educação está tão desvalorizada em virtude do alto índice de desemprego”, afirmou o governador Ibaneis Rocha.

“Quanto privilégio saber que esse projeto está sendo implementado numa escola em que são 85%, alunos do Varjão. Fiquei muito feliz e satisfeita que nossas crianças se tornarão bilíngues e estarão mais preparadas para o futuro. Uma oportunidade incrível que precisa ser valorizada e aproveitada” disse Nair Queiroz, administradora Regional do Varjão.

O ato contou com a presença do governador Ibaneis Rocha, do secretário de Educação, Rafael Parente, do Secretário de Relações Internacionais do DF, embaixador Pedro Luiz Rodrigues, além do embaixador da França, Michel Miraillet.

“Quero dizer o quanto apreciei seu engajamento pessoal nesse projeto. Não é fácil para um governador fazer uma mudança tão diferente do habitual. É necessário decisão e dedicação para assumir essas opções diferentes”, disse o embaixador Michael Miraillet, direcionado ao governador.

Para ele, este é o primeiro passo para um estreitamento entre Brasil e França. “Acredito que a Embaixada vai se dedicar tanto que estou confiante de que alunos de Brasília farão fila para disputar lugar nesta escola selecionada”.

Rafael Parente, secretário de Educação, revela que a meta é fechar acordos com dez embaixadas até o fim do ano, para que abranjam todas as regionais. Até o momento, há diálogo com seis organismos. Em um primeiro momento, as escolas em potencial serão identificadas a partir do perfil de ensino médio e com modalidade integral.

Implementação

A previsão é que, em 2021, o francês faça parte das disciplinas em horário regular e no contraturno, compreendendo metade do período letivo diário. Para isso, os professores do CEDLAN passarão por curso de formação realizado pela Aliança Francesa a partir de julho. Professores de francês da rede pública de ensino serão deslocados para ministrarem as aulas específicas.

 Aos alunos, o processo também começa em julho, quando eles começarão a frequentar as salas de vivências no início do segundo semestre. Trata-se de espaços que fogem do formalismo das salas de aula tradicionais, com objetos decorativos e sofás no lugar das carteiras.

Novas parcerias de Educação no Varjão

Na manhã de ontem, a administradora Regional do Varjão, Nair Queiroz, recebeu o Coordenador da Regional de Ensino do Plano Piloto e Cruzeiro da Secretaria de Educação, Álvaro Matos de Souza, para tratar de novas parcerias e projetos na área de educação dentro do Varjão.

Nair aproveitou a oportunidade para mostrar dados da Codeplan (Companhia de Planejamento do Distrito Federal) específicos do Varjão, no que diz respeito à escolaridade da comunidade. “Com esses números fica mais fácil pensarmos em novos projetos para o Varjão, pois traçamos um perfil dos nossos jovens”, disse a administradora ao professor.

O estudo da Codeplan mostra que 42,4% das pessoas do Varjão com 25 anos ou mais, declararam ter o ensino fundamental incompleto.  Uma outra questão relevante para o mercado de trabalho diz respeito à parcela da população que não estuda, nem trabalha, os chamados “nem-nem”. Para a população entre 18 e 29 anos, 33,6% se encontravam nesta situação (699 jovens).

 

* Com informações da Secretaria de Educação do Distrito Federal 

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros